sexta-feira, 29 de março de 2019

Vereador Roderley Miotto cobra esclarecimentos sobre veículo da equipe de saúde da unidade do bairro Cruz Grande



Na sessão ordinária do último dia 25 de março, o vereador Roderley Miotto utilizou a tribuna da Câmara de Vereadores para solicitar esclarecimentos da secretária de saúde sobre quais são os motivos que o veículo adquirido para unidade de saúde do bairro Cruz Grande ainda não havia sido entregue.
O parlamentar indicou uma emenda impositiva para aquisição de um veículo que fosse destinado para utilização da equipe de saúde do bairro Cruz Grande com objetivo de melhorar o atendimento da população daquela região. Segundo o vereador ele esteve visitando a unidade e constatou a necessidade que fosse disponibilizado um veículo para que a equipe pudesse realizar os atendimentos naquela região devido as longas distâncias que tem que percorrer.
O veículo já foi adquirido, porém, ainda não foi entregue. Nesse sentido, o vereador, no seu papel de fiscalizador do erário, quer saber onde está esse veículo e por qual motivo não foi entregue.
Atualmente é fornecido apenas uma vez por semana um veículo para equipe realizar atendimentos na região.
“A equipe de saúde dessa unidade atende a população de toda aquela região, havendo a necessidade de percorrer vários quilômetros para atender a comunidade rural. Por esse motivo, não poderia deixar de contribuir, indicando a emenda impositiva para compra do veículo. E agora estou cobrando a sua entrega,” afirmou o vereador Roderley Miotto.


Prefeitura aluga mais três caminhões


Mais três caminhões alugados chegaram esta semana no pátio da Secretaria de Obras, ampliando assim o número da frota de veículos alugados pela Prefeitura. Para um governo que diz que o seu principal foco era a economia o que está aparecendo é que é tudo ao contrário.

Carros que foram alugados para função delegada e Secretaria de Educação estão parados e a Prefeitura pagando agora aluguel de caminhões e máquinas.

Daí fica a pergunta: Não seria mais fácil consertar o que tem parado ao invés de pagar aluguel.






Herivelto Vela relata impacto da Reforma da Previdência em audiência pública na OAB-SP



Metalúrgico diz que reforma vai exigir em média 10 anos a mais na categoria e dificulta também aposentadoria especial

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba, Herivelto Vela, participou nessa terça-feira, dia 26, de uma audiência pública sobre a Reforma da Previdência na sede da OAB São Paulo.
Para um público de desembargadores, juízes e advogados, Herivelto, que também é bacharel em direito, falou da realidade das fábricas e de como a reforma pode impactar a categoria metalúrgica.
Segundo o sindicato, cerca de 1% dos trabalhadores que representa e que estão no setor de produção tem hoje mais de 55 anos. Mesmo com alguma redução do valor, muitos escolhem aposentar pelo tempo de contribuição ou pelo fator 86/96, opções que serão eliminadas com a reforma e assim a idade mínima de 65 anos será obrigatória para os homens e 62 anos para mulheres.
“O trabalhador não aguenta. Mesmo que esse trabalhador já tenha o tempo de contribuição aos 55 anos, ainda vai demorar 10 anos pra aposentar e vai receber bem menos que no modelo atual”, disse Vela.
Herivelto também falou das mudanças na aposentadoria especial que, segundo ele, não tem sido muito discutidas.
“Quem trabalha em local insalubre, com excesso de calor, de barulho, de poeira, não terá mais uma redução justa no tempo pra aposentar pra compensar o tanto que tiveram a saúde prejudicada. E a reforma simplesmente excluiu a periculosidade da aposentadoria especial, ou seja, não reconhece o risco de funções com energia elétrica, com material inflamável, entre outras. Nenhuma empresa mantém um funcionário com mais de 50 anos em qualquer uma dessas atividades que falei. O risco de acidente é muito alto. Ela manda embora”, disse Vela.
A audiência pública foi conduzida pelo presidente da Comissão de Direito Previdenciário da OAB São Paulo, José Roberto Victório Sodero.

Renato Cebola pede esclarecimento sobre Atividade Delegada



Depois de visitar a base da Polícia Militar de Pindamonhangaba e se deparar com sete viaturas e seis motos paradas em seu pátio, enquanto em Moreira César o patrulhamento é feito com apenas uma viatura, o vereador Renato Cebola está pedindo novamente esclarecimentos sobre o programa Atividade Delegada que não está funcionado mais em Pinda.
Segundo o vereador o efetivo policial em Pindamonhangaba está menor e a violência aumentou, e que embora a Polícia Militar realize um bom trabalho, que esse efetivo não está comportando o tamanho territorial e as demandas da cidade.
“Vamos cobrar mais informações do estado e do município sobre este caso e entender o porquê deste descaso com a segurança pública”, finalizou Cebola.


quinta-feira, 28 de março de 2019

População reclama da falta de higiene do bebedouro da biblioteca do Bosque



 Recebemos a poucos instantes em nossa redação, diversas fotos que mostra o estado de falta de higiene e ate mesmo condições de uso dos funcionários e da população que frequentam a Biblioteca Municipal localizada no Bosque da Princesa. Os usuários daquele local estão pedindo providencias urgente por parte da prefeitura de Pindamonhangaba. Confira as fotos.





Tremembé recebe I Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa



Em acolhimento à recomendação da Resolução nº 42, de 09/07/2018, do Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa, o Conselho Municipal da Pessoa Idosa de Tremembé, juntamente com a Prefeitura e através da Secretaria de Ação Social, realizou no dia 22 de março, a I Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa. O encontro teve como tema principal “Os Desafios de Envelhecer no Século XXI e o papel das Políticas Públicas”.
A conferência foi realizada no CETESE – Centro Técnico Superior de Ensino Dr. Júlio Vieira, das 08h às 13h.
Houve a presença de 117 delegados, incluindo-se a Sociedade Civil e Poder Público, dentre esses 65 eram idosos.

Pinda agora tem buraco até nos tetos e telhado




Vinte e sete meses (dois anos, dois meses e vinte e oito dias). Esse é o tempo que a cidade está nas mãos de Dr. Isael e de Ricardo Piorino. O resultado é um caos. Um desastre de administração que se sente em todos os cantos da cidade, ou melhor, em todos os buracos.

Araretama, Alto do Tabaú, Alto do Cardoso, Azeredo, Andrade, Anel Viário inteiro, Bela Vista, Beta, Bosque, Beira Rio, acesso Bem Viver, Bairro das Campinas, Carlota, Castolira, Carangola, Campo Alegre, Cidade Nova, Crispim, Cidade Jardim, Campos Maia, Campo Belo, Delta, Feital, Goiabal, Galega, Ipê I, Ipê II, Imperial, Jardim Regina, Jardim Eloyna, Jardim Princesa/Mossoró, Morumbi, Mombaça, Mantiqueira, Moreira César, Ouro Verde, Parque das Nações, Parque São Domingos, Pasin, Rosely, Santana, Socorro, Santa Luzia, Santa Cecília, Yassuda, Vale das Acácias, Vila Prado, Vila Rica, Vila Suíça, Vilas São Benedito e São João, ainda as estradas e bairros rurais (praticamente todos),... buracos para todos os lados, e sim são todos bairros de Pinda, embora a maioria dos secretários e secretários adjuntos nomeados pelo prefeito não conheça, pois são de fora da cidade, maioria absoluta de Taubaté (natural que não conheçam a cidade, seus bairros, sua gente), e nos perdoem de não colocar todos os bairros e loteamentos do município.

Pior é que os buracos não estão apenas no asfalto, alguns aliás poucos metros do Palácio de Cristal, como o entroncamento da travessa da Dr. Antônio Pinheiro Junior com Manoel Flores (Campo Alegre) e também na Deodato Pestana (Alto Cardoso), onde tem mais de um mês com um buraco aberto e o remendo do asfalto ainda não chegou por completo. Na mesma rua há outros buracos e crateras que impedem os carros de se locomover plenamente. Na sequência, a região da Papa João XXIII e São Bento do Sapucaí estão praticamente intransitáveis.

Talvez pior que tudo isso seja encontrar buraco no teto. Sim, buraco no teto. Faz dois anos que abriu um buraco imenso no teto da prefeitura pelo lado de dentro (próximo ao elevador) e ninguém faz nada. Em outro ponto já chegou a cair e jorrar água no setor de cadastro. Na semana passada fizerem um remendo para evitar chamar mais atenção.
Do lado de fora já caíram pedaços do teto na calçada. É um absurdo. Além de estragar o prédio, que fica sem manutenção, também corre o risco de causar acidente com servidor e população.

Falando em teto, está para completar dois anos que caiu o teto na escola com alunos do 'Padre Zezinho', em Moreira César. Para comemorar também houve queda do teto do corredor e até da sala de Raio X da recém-inaugurada UPA de Moreira César. E mais recentemente um pedaço do teto na escola do Ipê I, mas a prefeitura jura de pé junto que os buracos foram abertos por seus funcionários para manutenção.
Manutenção igual a que vem fazendo no asfalto da cidade?


Giro da Política



- Ao finalizar o mês de março Pindamonhangaba foi agraciada com o anúncio da expansão da Novelis e, também com o terminal ferroviário que facilitará o transporte do alumínio para os portos de Santos e Itaguaí. O investimento de R$ 650 milhões é único e exclusivo da Novelis, sem nenhuma participação da atual administração. Este avanço tecnológico da Novelis deve-se ao ex-prefeito João Bosco Nogueira que em seu primeiro mandato plantou a sementinha na oportunidade trazendo para a cidade a Alcan, hoje Novelis. Ao presidente da América Latina Tadeu Nardocci os nossos cumprimentos pelo trabalho e pelo investimento que vem realizando no município e a todos metalúrgicos que trabalharam e trabalham dia e noite para o crescimento da Novelis, tornando Pinda a capital mundial do alumínio.

- Dois projetos de Lei do executivo estão tramitando na Câmara de Pindamonhangaba onde ambos referem-se ao transporte público coletivo de Pindamonhangaba. O projeto 29/2019 cria o Conselho Municipal do Transporte e o 31/2019 fala da diretriz do transporte coletivo no município. O que espanta é que ambos os projetos foram protocolados no mesmo dia e na verdade para determinar uma diretriz de como vai funcionar o transporte na cidade, o Conselho Municipal já deveria ter sido criado e fruto do trabalho do respectivo conselho chegaria num âmbito que determinaria diretrizes e daí assim a elaboração do projeto de lei. 
Será que não tem supostamente algo errado?

- Dentro da montagem do time de pré-candidatos a vereadores, o PRP de Pindamonhangaba vem conversando com diversas lideranças e no último fim de semana houve o convite para o servidor público e carnavalesco Rogério Socó e ele ficou contente e assumiu estudar a possibilidade de vir integrar este projeto.


- O vereador Toninho da Farmácia, embora não tenha participado no ano passado da reunião em que o prefeito e assessores estiveram com os moradores do Vitória Park, ele resolveu cobrar o que na ocasião foi prometido. Segundo o vereador naquela reunião ficou acertado por parte do prefeito que iria construir uma ponte que interliga o bairro com a estrada da Campininha e, também viabilizar estudo da ampliação da iluminação pública e da pavimentação asfáltica. O vereador entende que o prometido tem que ser cumprido e que o mais importante é dar satisfação aos moradores, já que não da para realizar tudo o que foi prometido construa pelo menos a ponte.

- Grande expectativa gira em torno da estreia na 107 FM do programa diário sob a apresentação do presidente do Sindicato dos Metalúrgicos Herivelto Vela. O programa que irá ao ar das 12 às 13 será aberto a população para reclamação, reinvindicação  e, também para divulgação dos acontecimentos do município e segundo Vela, idealizador deste novo projeto, ele visa dar mais força a voz da população.

Será enganação?


Hoje, às 18h, no João do Pulo, a Prefeitura está convidando os servidores para uma Audiência Pública. O assunto é a apresentação do projeto que implantará o Estatuto dos Servidores.
Ocorre que, no convite, há algo, erroneamente ou espertamente, informando que ficará a critério do servidor escolher se fica regido pela CLT ou migra ao estatuto.
Há novas jurisprudências de outros municípios que fez a mesma coisa onde foi declarado inconstitucional pelo STF. 
Servidores e servidoras, seria muito importante a participação de todos e todas, pois se é audiência pública tem o direito a perguntar.
A atual gestão não tem muita capacidade de lhe dar com essas situações, ficando a responsabilidade de não deixar incorrer em erros aos servidores.


Uma coisa é óbvia, como pode um trabalhador ser contratado em regime CLT poder escolher se quer ficar ou não no regime?

quarta-feira, 27 de março de 2019

Renato Cebola visita base da Guarda Municipal



O vereador Renato Cebola visitou a base da Guarda Municipal de Pindamonhangaba junto com o secretário de Proteção e Bem Estar ao Cidadão José Sodário Viana, do secretário Adjunto José Vidal de Souza França Filho, da diretora de Trânsito 
e  empresários , com o objetivo de reforçar diversos pedidos da população.
Durante a visita o vereador apresentou a necessidade de um estudo para a implantação de novos semáforos garantindo assim a segurança da população, também falou sobre o problema sério do tráfego de caminhões que vem prejudicando e danificando a infraestrutura asfáltica da cidade.
Dentre as questões abordadas Cebola também abordou o tema rotatórias na cidade e disse que foi solicitado um estudo para implantação de novas rotatórias no anel viário.
Ele aproveitou a oportunidade e agradeceu as novas pinturas que estão sendo realizada na Via Expressa, uma solicitação de seu mandato.

Tremembé inaugura Centro de Eventos com capacidade para mais de 300 pessoas



A Prefeitura de Tremembé realizou na noite da quinta-feira (21), a solenidade de inauguração do Centro de Eventos de Tremembé. Ao todo, o Centro de Eventos possui 2.244,60 m² de área construída (2º maior prédio público do município) seguindo padrões internacionais, dispõe de auditório para 302 lugares entre comuns, obesos, mobilidade reduzida e cadeirantes, elevador para cadeirantes, Espaço para oficinas de arte e música e amplo espaço para desenvolvimento de feiras e convenções.
O valor da obra saiu a um custo de R$ 1.366,89 o metro quadrado, muito abaixo do valor do custo de mercado. Uma obra deste porte, com predominância de estrutura de concreto armado, com elevador e total acessibilidade, com pé-direito alto e vãos livres grandes, com grande números de instalações sanitárias e áreas molhadas, sistema de proteção contra descargas atmosféricas, hoje não sai por menos de R$ 2.000,00 o valor do custo do metro quadrado. A obra teve um custo total de R$ 3.068.674,90.

Programa Direto ao Ponto recebe Cia Colhendo Sorrisos



A última edição do programa Direto ao Ponto apresentado pelo empresário Norberto Moraes na rádio 107.1 FM, que foi ao ar no sábado (23), recebeu a Cia Colhendo Sorrisos. Durante o programa os ouvintes tiveram oportunidade de conhecer o trabalho social que a Cia realiza.
A Cia Colhendo Sorrisos é uma trupe de Drs. Palhaços Voluntários, sem fins lucrativos que tem como objetivo colher sorrisos e levar alegria por onde passam. Eles visitam hospitais, asilos, lares e participam de eventos públicos. Eles englobam todas as idades sem nenhuma distinção.
A população pode participar do programa Direto ao Ponto mandando sugestões e reclamações no telefone (12) 3642 3512 ou pelo WhatsApp 99112-5550. O programa vai ao ar todos os sábados na rádio 107.1 FM a partir das 10 horas.    

Professor Everton de volta a comunidade da Vila São Benedito


Após ser presidente e comandar as escolinhas de futebol no período de 2006 a 2015, professor Everton Chinaqui recebeu o convite da diretoria do Colorado e está de volta a comunidade da Vila São Benedito. O retorno ao Colorado do professor Everton Chinaqui será para comandar o time na disputa do campeonato amador da segunda divisão de Pindamonhangaba. Para o ex-secretário de esporte retornar a fazer trabalho na comunidade da Vila São Benedito, especial no Colorado, é motivo de muita alegria e satisfação. “Me identifico muito com o Clube e junto com a diretoria procuraremos montar uma grande equipe e realizar um grande campeonato”, concluiu Chinaqui. 
Além do retorno ao Colorado, professor Everton está recebendo convite de muitas equipes, principalmente para comandar as categorias de base.

terça-feira, 26 de março de 2019

Ciclismo de Pindamonhangaba conquista vitórias pelo Brasil


 
Fotos: Divulgação
Ciclistas do Team Cycling Funvic Pindamonhangaba estiveram em ação em várias regiões do país durante o fim de semana.
Em Florianópolis (SC), André Gohr sagrou-se campeão da 31ª edição da Prova Ciclística Subida do Morro da Cruz – troféu jornalista Roberto Alvez, competição que reuniu ciclistas e equipes de várias cidades do país.
André Gohr campeão em Florianópolis
O pelotão da Elite masculina largou com 37 ciclistas. Depois de pedalar por mais de 60 km em um circuito, os ciclistas partiram para os 250 metros finais da subida do Morro da Cruz, para definir o campeão de 2019.
André Gohr, da equipe Funvic/Pindamonhangaba, foi o mais rápido e venceu a prova com o tempo de 1h40min41. Vitor Teixeira (1h40m58) e Alan Maniezzo (1h41min07), ambos da equipe de Ribeirão Preto, ficaram com a segunda e terceira colocação, respectivamente.
Pódio - André Gohr campeão em Florianópolis 
Luciene no MTB
Em outra grande apresentação, Rodrigo Melo venceu a Clássica de Ciclismo São José, também realizada no domingo (24), em Quixadá (CE).  Com um percurso de 120 km interligando as cidades de Quixadá e Ibicuitinga, a prova foi decidida no sprint final, com Melo levando a melhor e garantindo o lugar mais alto no pódio.
Ainda no domingo, mas dessa vez, no Mountain Bike, a equipe também garantiu lugar no pódio da 4ª edição do Desafio de MTB Maratona “Acaí Mil & Ross”, em Rafard (SP).
Na categoria PRO feminino, Luciene Silva mostrou que vem numa crescente no MTB e ficou com o primeiro lugar, enquanto que no masculino, Flávio Santos, o Baiano, garantiu o 2º lugar, mesmo resultado alcançado por Victor Andrade na Elite, encerrando o fim de semana vitorioso do Team Cycling Funvic Pindamonhangaba.
Patrocinadores: Prefeitura de Pindamonhangaba, Funvic (Fundação Universitária Vida Cristã), GELOG, Bicicletas ORBEA, ERT Cycle Sport e FastCycle.
Rodrigo Melo vence em Quixadá
Apoios: Óculos Ekoi, géis Going, Logos Design, PortalR3 e Bike76



*POSSE DA DIRETORIA DA AJOP PARA O TRIÊNIO 2019/2021*

Acontece na quinta-feira, dia 28 de março, a sessão de posse dos eleitos para o triênio 2019/2021 da Associação dos Jornalistas de Pindamonhangaba (AJOP).

A nova diretoria tem como presidente Adelson Cavalcante e, como vice, Carlos Francisco Marcondes.

A cerimônia terá início a partir das 19h30, na sede Visual Produções, sito a rua Mariz e Barros, nº 256, no Boa Vista.
O convite é extensivo aos jornalistas de Pindamonhangaba. Após a cerimônia, haverá um coquetel para os presentes.

segunda-feira, 25 de março de 2019

Felipe César – FC propõe implantação de um estacionamento no canteiro central em frente ao Condomínio Village Paineiras




Requerimento do vereador solicita ao Executivo a realização de estudos urgentes e providências para implantação desta obra

Buscando oferecer maior segurança, conforto e comodidade aos cidadãos de Pindamonhangaba, o presidente e vereador Felipe César – FC (PV) está solicitando junto ao Executivo Municipal a realização de estudos e providências, em caráter de urgência, para a implantação de um estacionamento no canteiro central localizado na rua Alcides Ramos Nogueira.
O parlamentar apresentou o requerimento nº 2.731/2017 em sessão ordinária e foi aprovado por unanimidade.
O presidente considera que a construção de um estacionamento no canteiro central da rua Alcides Ramos Nogueira vai facilitar o acesso as dependências de diversos órgãos públicos importantes, empresas e condomínios residenciais localizados nesta região. “A área da rua Alcides Ramos Nogueira é muito extensa e abriga o Fórum, a Câmara de Vereadores, a empresa Embras, os condomínios Real Ville e Village Paineiras, que inclusive possui um clube muito frequentado e com uma programação social que atrai centenas de pessoas”.
“Pelas razões já elencadas é que entendo que se o Executivo implantar um estacionamento no canteiro central desta rua, constituiria uma medida que irá beneficiar a comunidade de uma forma geral”, concluiu o presidente Felipe César.

Vereador Roderley Miotto participa da reunião preparatória para 9ª Conferência Municipal de Saúde de Pindamonhangaba



Estão acontecendo na cidade de Pindamonhangaba às reuniões preparatórias para a 9ª Conferência Municipal de Saúde. Esse ano A conferência terá como temas as seguintes premissas: o SUS como Direito, Consolidação dos Princípios do SUS e Financiamento do SUS.
Organizado pelos membros do Conselho Municipal de Saúde (COMUS), as reuniões foram programadas a serem realizadas nos bairros Araretama, Cidade Nova, Moreira César e Cruz Pequena, buscando englobar todas as regiões do município.
A ideia das reuniões preparatórias é que a população possa indicar o que precisa ser feito para melhorar e/ou aprimorar o atendimento do SUS em Pindamonhangaba. As propostas serão levadas para Conferência Municipal de Saúde que se realizará no início de abril.
Na última quinta-feira a população da região leste esteve reunida no bairro da Cidade Nova para debaterem e proporem suas ideias. Além da população local o encontro teve a participação de membros da prefeitura, COMUS e do vereador Roderley Miotto.
O parlamentar que é membro da comissão de saúde da Câmara de Vereadores de Pindamonhangaba participou da reunião e dos grupos de trabalhos debatendo com os demais participantes sobre os caminhos que a saúde de Pindamonhangaba deve tomar.
“Ouvir a população é o caminho correto para que as políticas públicas possam realmente serem realizadas em prol do bem comum. Esse tipo de encontro é importante para fortalecemos o laço com o cidadão, pois, é assim que penso que deve ser feito a política, com seriedade e compromisso”, afirmou o vereador Roderley Miotto. 


ARMAS OU LIVROS?



Ítalo Mantovani ¹

A segurança pública no Brasil sempre é tratada de maneira simples. Se aqueles programas midiáticos, que só querem vender a desgraça da vida alheia, mostram casos de menores usando drogas, cometendo crimes, o senso comum reage com a diminuição da idade penal. Quando pessoas são assaltadas em suas próprias casas, dentro de seus carros, ou até mesmo caminhando no parque, aparece novamente o senso comum dando a resposta mais básica, liberação de armas. Assunto que entrou novamente nas agendas políticas, depois do massacre em uma escola estadual do município de Suzano, na Grande São Paulo. Agora, dia 13 de março de 2019.
O senso comum sempre leva as pessoas a acreditarem que para tudo há uma resposta simples. Mas não. Este senso comum diz que a violência cresceu e a sensação de segurança diminuiu. Entretanto, os dados estatísticos provam o inverso. Por exemplo, o Instituto Sou da Paz em parceria com o jornal Estado de São Paulo criaram o Índice que mede a exposição à violência dos municípios com mais de 50 mil habitantes. De acordo com o Instituto Sou da Paz (2017) “O índice considera crimes letais, sexuais e contra o patrimônio, e o ranking permite a comparação da vulnerabilidade da população a esses crimes – tanto entre municípios quanto ao longo dos anos”. Neste ranking consegue-se perceber que a cidade de São José dos Campos- SP está entre os 50 municípios mais seguros do Estado. Mesmo assim, aproximadamente 48% de sua população sentem-se insegura, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Nessa sensação de insegurança, as eleições de 2018, para o executivo brasileiro, foram baseadas em “liberdade para o cidadão de bem e cadeia para o bandido”. A lógica é perversa para a segurança pública brasileira e para o cidadão de bem.  Pois, nesses últimos 15 anos o Ministério da Justiça criou o Programa Nacional de Segurança Pública e Cidadania (Pronasci), programa que realizou a campanha do desarmamento, recolhendo milhares de armas em todo território e pagando uma indenização, com base no artigo 31 da lei 10.826/03. Simplificando, acredita-se que o governo federal investiu até 2012 cerca de R$ 6,7 bilhões de reais, beneficiando direta ou indiretamente 3,5 milhões de pessoas, entre profissionais de segurança pública, jovens e suas famílias.
O Estado de São Paulo viu seus índices de homicídios saírem da casa dos mais de 8.300 casos em 2006, para menos de 4.900 homicídios em 2016. Atualmente, a taxa por 100 mil habitantes está abaixo do recomendado pela Organização Mundial da Saúde. Grande fator dessa queda é o Estatuto do Desarmamento, que impede armas de entrarem no Estado. Armas de fogo que entre 1980 até 2016 mataram mais de 900 mil pessoas no Brasil. Prova que o Estatuto do Desarmamento funcionou em São Paulo e a morte por armas de fogo diminuíram mais de 53%. Enquanto o Brasil tem uma curva ascendente, saindo em 2006 de 34.921 mortes para 44.475 em 2016, o Estado de São Paulo caminha no inverso. Partindo em 2006 de 5.761 mortes por armas de fogo, e chegando a 2.720 casos em 2016. O senso comum aqui não existe, quanto maior a difusão de armas de fogo, mais lenha na fogueira da violência letal vai ter.
O episódio citado, com certeza não é o único responsável por impulsionar a violência letal no país e diminuir no Estado de São Paulo. Mas, fatores como a profunda desigualdade econômica e social, a inoperância de alguns sistemas de segurança pública, a presença de mercados ilícitos e facções criminosas, comandadas por milicianos que estão no poder, são fatores que continuam a desafiar os governos e a sociedade que se aprisiona em suas casas. A questão que tento trazer é que o senso comum sempre esteve errado. E quando um senador da república solta que “se as professoras e merendeiras estivessem armadas, o massacre seria evitado”, é só mostrar que estamos em um país sem norte na política de segurança pública. Precisamos de mais escolas e menos armas. Mais professores e menos armas, mais emprego e menos armas, mais desenvolvimento e menos armas. Pois, se não fosse à legislação que impôs um controle sobre as armas de fogo, nossa taxa de violência, homicídios e outras estariam ainda maiores que a observarmos.


1:  Formado em Gestão de Políticas Públicas Pela USP
Mestrando em Gestão e Desenvolvimento Regional           
Professor do Cursinho Popular em São Paulo
Contatos: italo.mantovani@usp.br




sexta-feira, 22 de março de 2019

Novelis inicia projeto de expansão e construção de terminal ferroviário em Pinda



Por: Luis Claudio Antunes/Portal R3

A Novelis anunciou em um evento nessa quinta-feira, dia 21 de março, o início oficial das obras de expansão e ainda a construção de terminal ferroviário na planta da fábrica em Pindamonhangaba (SP), com investimento de R$650 milhões, o que elevará a capacidade de produção de chapas em 100 mil toneladas/ano e a capacidade de reciclagem em 60 mil toneladas/ano.
Com a nova expansão, a Novelis passará a ter uma capacidade produtiva total de aproximadamente 680 mil toneladas/ano e 450 mil toneladas/ano para reciclagem do metal.
O aumento na produção também trará junto uma melhoria no sistema logístico da fábrica com a construção de um terminal ferroviário por meio da rede ferroviária da MRS, regulamentada pela Agência Nacional de Transportes, o que facilitará o acesso aos portos de Santos (SP) e Itaguaí ( RJ).
“A construção do terminal ferroviário diversifica nossos modais de transporte, ao mesmo tempo em que oferece uma alternativa mais sustentável, garantindo uma logística mais eficiente para o cliente”, afirma Tadeu Nardocci, presidente da Novelis América do Sul.
O terminal, além de melhorar a logística da planta em Pindamonhangaba, ainda permitirá que a fábrica aumente sua contribuição com o Meio Ambiente,  reduzindo em até 73% suas emissões de CO2 com o transporte de seus produtos em comparação com o transporte rodoviário.
“Esse investimento é um olhar para o futuro e dá continuidade à nossa bem-sucedida operação na região, além de reforçar o nosso compromisso com a inovação no fornecimento de soluções de alumínio”, conclui Nardocci.
Nardocci também anunciou que a Novelis irá construir um ponto de captação de água no Rio Paraíba do Sul para trazê-la direto para a fábrica e também que a Novelis adquiriu um novo terreno na cidade o qie permitirá futuras expansões.
A previsão para o fim de todas essas obras é 2021. O projeto conta com o suporte da Investe São Paulo, agência de desenvolvimento ligada ao Governo de São Paulo.

PROFESSOR ZÉ MAURO: PARABÉNS PELO SEU ANIVERSÁRIO

Estamos registrando com alegria, o aniversário do amigo e parceiro professor José Mauro.
A ele o nosso cumprimento e que DEUS continue iluminando e abençoando toda á sua vida.  Felicidades

Valorize seu Dentista




Coincidência ou não, em tempos onde a Odontologia e sua atuação têm sido questionadas por alguns, hoje tive a oportunidade de ouvir 3 alusões a minha profissão
Fomos ao cinema ver “3 anúncios para um crime”.
No filme aparecemos representados por um “gordo sádico e extremamente asqueroso” que ameaça extrair um dente sem necessidade e sem anestesia, só por vingança.
Chegando em casa meu marido resolveu assistir de novo o engraçadíssimo “Se beber não case”. O Dentista nesse caso é um tonto, traído pela mulher e ridicularizado o filme todo.
Enfoque para o momento onde o outro personagem diz pra recepcionista do Hotel não se animar com o “Dr” no nome porque o cara era “só” um Dentista.
Incrivelmente quase ao mesmo tempo, eu, que estava lendo a biografia da Rita Lee, tive o desprazer de ler o trecho onde ela diz que “Graças à Deus não resolveu ser freira nem Dentista”.
Fico pensando de quem é a culpa por essa situação.
Se de nossa origem histórica, tão cheia de sofrimento, graças aos tempos da Odontologia arcaica ou se de nós mesmos que admitimos e incentivamos esse tipo de tratamento?
Somos culpados quando rimos das piadinhas que dizem o quanto somos chatos, assustadores e careiros entre outros elogios?
Acho que somos vítimas de grande injustiça e desrespeito.
Sei que nem é essa a intenção dos pacientes, mas quase todo mundo já fez uma piadinha dessas com seu dentista.
Mas na real, pergunto, quem nunca foi acudido por um Dentista?
Quem não é tratado com carinho e cuidado nos consultórios?
Somos os profissionais de saúde mais próximos das pessoas.
Temos amigos entre os pacientes e em geral, somos médicos, cirurgiões, anestesistas, artesãos, psicólogos e até confidentes.
Temos a mão mais treinada e delicada e, em muitos momentos, a paciência de um monge, pois acredite, paciente dá trabalho, nossa posição é terrível, trabalhamos sob estresse 10 a 12 horas por dia e francamente, se existisse um motor sem “barulhinho”, seríamos as pessoas mais felizes do mundo.
Por isso, meu querido amigo que teve paciência de ler até aqui, a partir de agora, passe a ver seu Dentista com mais carinho. Ele é o cara que passou a vida cuidando das suas dores, da sua mastigação, do seu sorriso. Fazemos uma faculdade difícil, estudamos a vida toda e pagamos fortunas por um livro ou um curso.
A Odontologia merece respeito. Não estamos abaixo da Medicina e, em muitos aspectos como habilidade e conhecimento da face somos imbatíveis.

Texto escrito por Elizabeth Pedrozo Vieira

Dia mundial da água



Hoje é um dia normal como outro, porém hoje também é o Dia Mundial da Água, um tema que gera muita polêmica ao redor do mundo. Mais que um dia para comemorar, este é um momento para se refletir sobre a situação hídrica que vivemos, como usar a água de maneira sustentável e as formas de evitar o desperdício.
Já vivemos diversos momentos em que a crise hídrica esteve em pauta, mas pouco se vem falando deste assunto no momento. Mas é preciso união, esforço coletivo e consciência todos os dias e o ano inteiro, para que a crise hídrica não volte a assombrar nosso lar. Temos que entender a água como um bem de todos e um dos recursos mais preciosos e essenciais para a vida.
Não devemos nos limitar às ações do governo e a uma crise hídrica para termos consciência de consumo, é preciso que cada um de nós desenvolva a consciência de que é preciso fazer uso racional da água e de que pequenas ações têm grande impacto no meio ambiente. Com ações simples, podemos preservar esse recurso de suma importância para sobrevivência da vida.
Que possamos ser conscientes todos os dias, o ano inteiro, que o Dia Mundial da Água refresque nossos pensamentos da importância deste tema para nosso planeta.
Boa leitura e até a próxima edição.

Prefeito participa de encerramento do Projeto “Costurando o Futuro”


 
Ocorreu na terça-feira (19), o encerramento do Projeto ''Costurando o Futuro'' do Fundo Social de Solidariedade da Prefeitura da Estância Turística de Tremembé. Projeto este que beneficiou 350 crianças da rede municipal de ensino com um kit de uniformes (duas camisetas, um agasalho, uma calça e uma bermuda).
Esteve presente na entrega dos kits a presidente do Fundo Social Andrea Vaqueli, a secretária de Educação Cristiana Berthoud, a diretora da escola Jackelaine, o vice-prefeito Tata Vargas e o prefeito Marcelo Vaqueli.

Começa a ser distribuída mais uma edição do Jornal O Regional


 Começou a circular hoje (22), a 247ª edição do jornal O Regional com diversas notícias de Pindamonhangaba e região. O destaque desta edição é: A assinatura do acordo do pagamento do DSR entre a prefeitura e o Sindicato dos Servidores, Diversas reclamações de Bairros com relação a buracos e matos, Trabalho de alguns vereadores na cidade, Resumo do que aconteceu na Politica no Giro entre outros. Confiram na integra esta edição e compartilhe com seus amigos.












quinta-feira, 21 de março de 2019

Amigos unem paixão por jogos e inicia BlackWolves e-sports



O desejo de 5 amigos de jogar pela mesma equipe foi o pontapé inicial do BlackWolves e-sports. Separados pela distância, mas unidos pela amizade e uma paixão em comum: o modo ProClubs do jogo FIFA da Eletronic Arts. No ProClubs cada jogador cria seu craque virtual e escolhe sua posição.
O desempenho dos jogadores depende de suas performances dentro de campo. Com disputas online 11 contra 11, a simulação está cada vez mais próxima da realidade.
As semelhanças com o futebol real vai além. O clube conta com um elenco de 24 jogadores de vários estados do Brasil, que são escalados para as partidas de acordo com seus resultados em treinos e jogos oficiais. Além disso, os 5 idealizadores são integrantes da diretoria e responsáveis por todas as rotinas administrativas que envolve o clube, como a organização de amistosos , inscrições em campeonatos, questões jurídicas, além do trabalho de divulgação nas redes sociais. Tem que ser craque dentro e fora de campo.
Conheça os integrantes da diretoria. 

Moreira César serve de apadrinhamento


Fiel defensora do atual prefeito nas redes sociais, usando o seu perfil para atacar a oposição, agora é chefe de divisão de assistência social distrital, mas cumpre sua jornada na estação de trabalho da Subprefeitura. 
Enquanto isso, o PAT ficou sem atendimento devido as férias de uma funcionária e o Distrito conta com apenas um dia para atendimento do cadastro único. Notícias é de que ela não chefia nada, pois tal cargo, profissionalmente, teria que cumprir jornada no Centro de Referência em Assistência Social (CRAS).
Segue nossa proposta para o subprefeito de Moreira César, coloque essa servidora comissionada para ajudar nos trabalhos do CRAS, tipo nos atendimentos aos munícipes,, fazendo com que ela faça jus ao que recebe e ao que o povo paga, ainda mais no Distrito de Moreira César que concentra grande parte dos atendimentos de programas sociais e hoje está sucateado o atendimento às pessoas mais carentes.
É um absurdo uma pessoa que tanto ataca as pessoas se sujeitar a um papel deste, poderia vestir a camisa do povo, ao menos.

Prefeito Isael, isso é a valorização dos servidores que o senhor tanto diz? 

Não há pessoas capazes de ocupar tal cargo no Distrito de Moreira César?

Domingueira dos amigos faz ação social



A Domingueira dos Amigos, que está atualmente jogando no campo do Corinthians todo domingo as 8hrs, está arrecadando macarrão para ajudar instituições de caridade e famílias de Pindamonhangaba. Os jogadores além de prezarem pelo esporte e atividade física, ficam a vontade para cada domingo levarem um pacote de macarrão e fazerem uma boa ação.
“A ideia é fazer o bem além do esporte, sempre antes do início do jogo pedimos para os nossos companheiros trazerem um pacote de macarrão e doamos para instituições de caridade ou para famílias que ficamos sabendo que estão precisando, disse um dos integrantes da diretoria”. O grupo está há quase dois anos com muita união, amizade e sempre pensando no próximo.

Trabalhadores da GV fazem 2ª paralisação por segurança em menos de 15 dias


Crédito da foto: Guilherme Moura
Legenda: Nova paralisação denunciou a interferência irregular da chefia no processo eleitoral da Cipa


Nessa quarta-feira, dia 20, os trabalhadores da siderúrgica GV do Brasil fizeram uma nova paralisação para protestar contra irregularidades na segurança. Há menos de 15 dias eles protestaram por causa de um acidente.
Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba, a direção da empresa está interferindo de forma irregular no processo eleitoral da Cipa (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes), pressionando trabalhadores para eleger candidatos indicados pela chefia.
Para o presidente do sindicato, Herivelto Vela, a medida fere o caráter democrático do processo e desrespeita normas regulamentadoras.
“Está claro que a empresa está tentando eleger uma comissão que ela possa inibir a sua atuação e assim deixar de fazer com as melhorias tão necessárias ao local de trabalho. O sindicato sempre fiscaliza as eleições de Cipa e parabeniza a disposição dos trabalhadores em protestar contra essa arbitrariedade”, disse.
Ainda durante a paralisação, a direção da empresa chamou o sindicato para uma reunião sobre essa questão e outros problemas.
Até o momento, ainda não foi solucionada a falta do freio de emergência nas pontes rolantes. No mês passado, o “cestão”, um tipo de caçamba, carregado com 50 toneladas de sucata, despencou da ponte rolante no setor de aciaria perto de 10 funcionários, o que poderia ter sido fatal, segundo o sindicato.
O sindicato também cobra a regularização da oferta de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) aos trabalhadores.

Renato Cebola cria lei que prioriza transparência no serviço público



O vereador Renato Cebola teve no último dia 18 de março aprovado por unanimidade, na Câmara de Vereadores o projeto de lei 123/2018, que determina a disponibilização, por meios eletrônicos, das leis, decretos, portarias e outros atos normativos do município de Pindamonhangaba pelo poder executivo.
O objetivo desse projeto de lei é priorizar a transparência do serviço público em Pindamonhangaba.
“O meu mandato continua com a prioridade de exigir transparência da administração pública, para que toda população fica a par do que vem ocorrendo na cidade, e como tem sido utilizado o dinheiro público”, disse o vereador. 

Giro da Política



- No início da noite do último dia 15, fomos procurados por parentes de uma moradora do bairro do Crispim fazendo uma séria reclamação em relação a atual administração do Pronto Socorro local. No relato, familiares disseram que a moradora do bairro do Crispim estava internada desde o último dia 13 expelindo sangue pela boca e que nada tinha sido feito. Fomos informados também que era necessário à realização de um exame de endoscopia e que havia a direção do Pronto Socorro solicitado ao sistema CROSS que até aquele presente momento não havia liberado. Mediante as informações, recorremos a alguns amigos da área da saúde e que prontamente engajaram neste sério problema e primeiramente graças a Deus e aos amigos foi realizado o procedimento, mas devido a grande perda de sangue a endoscopia não pode ser feita por completa e a paciente foi internada na UTI da Santa Casa. O fato lamentável é que em uma unidade de atendimento de “Urgência e Emergência”, exames como: eletro, raios-X, tomografia e endoscopia são primordiais para que os médicos possam identificar o motivo daquele socorro e realizar todos os procedimentos e medicamento do referido paciente. ABSURDO – ao desenrolar todo este fato, que não foi o primeiro e não será o último caso o Pronto Socorro permaneça sem endoscopia. Descobrimos que quem supostamente suspendeu este serviço no Pronto Socorro foi a atual secretária adjunta Mariana Freire e o que nos espanta é que a administração do Pronto Socorro é da ACENI e consta até o presente momento que não houve nenhuma intervenção. Portanto, entendemos que é de competência da ACENI contratar, administrar, suspender, substituir e pagar todo compromisso que envolve o Pronto Socorro e compete ao município depositar mensalmente R$1,75 milhões na conta da entidade e sim o município fiscalizar o relatório mensal dos serviços realizados e exigir a publicação do balanço da entidade em seu portal (Site).

- DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS – A mesma Mariana Freire vem também passando por um momento difícil de saúde na família, mas na UNIMED, exige o mundo e o fundo de procedimento e exames, possuindo um enorme conhecimento teórico, matéria na qual não se formou, pois é psicóloga. Coloca em cheque ações de médicos competentes e acima de tudo empenhado em salvar vidas. Ai vem a questão: Conforme diz o ditado “O pau que bate me Chico também tem que bater em Francisco”, a fera Mariana na UNIMED, também não deveria ser secretária adjunto da saúde em relação aos atendimento nos postos de saúde, pronto socorro, aumentar as compras de medicamento, exames e de consultas com especialistas?
 
- O novo reforço de pré-candidatos a vereadores do PRP é o empresário Claudião do Cidade Nova. Pessoa do bem, compromissado com a região Leste e amigos de todos tem grande chance de levar aquela enorme região a ter um novo representante na Câmara de Pindamonhangaba.

- Encerrou no último dia 15, as atividades parlamentares de deputado estadual de Padre Afonso, na Assembleia Legislativa. Qual será sua estratégia e projeto político para as eleições de 2020?